Imaginários

Nos passados dias 27 a 30 de Julho, decorreu mais uma ACANUC (ou será ACNUC :P ) do Núcleo Cego do Maio na freguesia de Rates (Póvoa de Varzim).
As 4 secções, cada uma com o seu imaginário, viveram inseridas em ambientes diferentes do habitual.
Um facto curioso, foi a uniformidade na escolha dos imaginários, apesar do trabalho ter sido desenvlvido independentemente.

Pela ordem: astérix e os gauleses, Senhor dos Anéis (Irmandade dos 100 anos), Cavaleiros da Távola Redonda, Star Wars. Todos eles contêm, implicitamente, a necessidade de combate, de "destruição", de confronto.

Nos nossos dias parece haver a necessidade de luta, de libertação... de trepar qualquer barragem que se depare no nosso caminho... de qualquer coisa que extravaze as energias acumuladas...

O imaginário é só e apenas uma desculpa!!! :P

1 comments:

At segunda-feira, 07 agosto, 2006 emlino said...

De facto foi uma coincidência engraçada os imaginários acabarem por se tocar descaradamente uns nos outros sem que existisse a mínima intenção para que acontecesse.
Mostra que as coisas não são feitas ao acaso, mas existe uma linha... que nos mantém sintonizados uns com os outros.

 

Enviar um comentário