Escuteiro (a) uma vez...

Queria-vos dizer o quanto adoro o Escutismo, mas não sei como expressa-lo, existem tantas maneiras, expressões, tantas fotografias, tantas recordações de todas as actividades que em 12 anos de Escutismo tive[...]

Bem apesar de ter tido um episódio menos bom ultimamente no Escutismo eu queria dizer que dou a vida pelo escutismo e como um Escuteiro me disse um dia destes: "...não é preciso estar dentro de um agrupamento para se fazer escutismo, podemos faze-lo quando e onde nós quisermos (sempre)...", pois agora penso que quando voltar, voltarei com uma garra igual à da mãe Loba, ou até direi igual à de Xercane, mas uma garra boa, para agarrar o futuro dos Escuteiros, do Agrupamento, do CNE...para tornar isto no movimento mais bem falado de todos os tempos, para tornar isto num movimento que por onde passe um Escuteiro a pessoa que não o é, o reconheça..para dar a conhecer o esforço que o Escuteiro tem ao criar os seus ideias, ao ajudar as pessoas, para ajudar o Escuteiro a ser Escuteiro... Poucas pessoas imaginam o quanto eu amo o Escutismo, por isso vos digo que não é por estar em stand-by, que o meu amor pelo Escutismo vai acabar, porque se não gostasse tanto do Escutismo, tanto de escrever sobre ele, não estaria a perder o meu tempo, realmente gosto de perder o meu tempo com coisas que gosto de fazer, nomeadamente o Escutismo...

Por isso vos deixo a minha mensagem de Escuteira que fui, sou e serei, um conselho de uma Escuteira que anda à "Deriva": - Nunca deixem os Escuteiros, por muito mal que estejam, sigam sempre em frente, não se deixem abater por uma coisa insignificante que acontece, mesmo sabendo que os pequenos pormenores são os mais importantes, não se deixem cair por causa dessas coisas insignificantes, lutem sempre por cima avancem a pista que vos segue, o muro alto que vos esconde, queiram sempre ser os melhores em tudo mesmo que não o seja...
Não desistam e lembrem-se sempre do nosso grande ídolo que é B.P.!!!

Escuteirinhos..queria que vocês reflictam como é importante na vida de um Escuteiro o Escutismo, B.P, o lenço que nos persegue, as pistas que encontramos, os muros que saltamos e enfim, tudo o que rodeia um verdadeiro Escuteiro, façam ver ao mundo que nós existimos, façam ver ao mundo o quanto o esforço e que nós temos para manter este empreendimento em cima, em alta no nosso coração, façam com que o mundo aprenda a distinguir um escuteiro quando passamos nas ruas para que eles nos reconheçam, façam ver ao mundo que precisam de nós e que nós somos um dos futuros dos muitos futuros que existe no mundo... [...]

Ana Catarina Carneiro
O Cantinho da _aTucse_

2 comments:

At quarta-feira, 16 maio, 2007 Ana Catarina Carneiro said...

Bem..
Ver um texto que escrevi à dois anos atrás aqui =')
Nem imaginas o quanto ele me diz...
isso foi uma desabafo, uma partilha :)

Agora já lá vã o14 anos de Escutismo, nao tenho tempo para grandes actividades, mas sempre que posso dar o meu contributo.. lá vai :)

bem, com tempo vou dar uma espreitadela no teu cantinho... vai visitando o meu, há bem pouco tempo coloquei fotos do s.jorge... :)

http://cne448amarante.blogs.sapo.pt/

nesse blog, tem um texto que juntamente com outra escuteira, escrevi sobre o s.jorge.. :)
nao é o meu agrupamento, mas tenho amigos, irmaos nesse agrup.. se fore dando uma olhadela, tb nos comentarios partilho a minha "crença" ...

Bem, nao me estendo mais..
Fortes Canhotas..
e Obrigada por partilhares o meu textinho no teu cantinho (;

 
At sexta-feira, 18 maio, 2007 CastorPioneiro said...

"Há mesmo em nós..."... pronto... isto fica para depois... ehehe :P
Mas é isto mesmo... se não formos capazes de vestir na pele a alma do escutismo nunca seremos capazes de compreender o que significa verdadeiramente a nossa promessa, o quanto a nossa lei é um agradável desafio que não mais queremos largar. Tudo isso se torna muito mais importante e presente quanto as coisas correm menos bem e o desânimo nos invade. Olhamos para a cor do nosso lenço, já comida pelo sol, de horas e horas partilhadas... tão partilhadas,... de vidas que se desenham e constroem em torno deste ideal,... de experiências que extravasaram o olhar para nos tocarem naquela esfera de ouro bem no centro do nosso coração. Não se ama o escutismo. Ama-se este acordar de manhã e vermos as coisas que ninguém vê... Ama-se a forma como podemos ser nos outros e a felicidade que isso lhes e nos trás também a nós... Ama-se esta vida... esta vida que não se prende em memórias do passado, que não se centra no momento presente mas que, como diz a Ana, se projecta num futuro... o nosso. Ama-se esta vida inteira que pelo escutismo acabamos por descobrir e VIVer... "mesmo em nós..." :)

 

Enviar um comentário